8 de ago de 2016

Sobre déjà vu e sonhos estranhos

Comentei outro dia que as vezes tenho uns sonhos estranhos (como aquele em que eu voava com uma amiga para protegê-la de um assédio), acontece que eu nem sempre lembro desses sonhos. Eu acordo e eles estão nítidos, mas assim que levanto e faço outras coisas eles vão sumindo, já pensei em ter um "diário de sonhos" onde anotaria todos eles assim que acordasse, mas como eu sempre acordo atrasada não rolou. Uma época eu acordava no meio da noite, lembrava do sonho, anotava no celular e dormia outra vez, mas quando ia ver no outro dia não tinha sentido nenhum o que havia escrito e algumas palavras estavam indecifráveis como:"rshquebwefnsr", cheguei à conclusão que dava na mesma anotar ou não porque não entendia nada de qualquer forma, aí parei.

Mas vez ou outra sonho coisas muito profundas e loucas que não consigo esquecer e o sonho fica a semana toda na minha cabeça, como por exemplo esse do qual vou falar hoje (que não ficou só uma semana na cabeça e sim o resto da vida). Já fazem uns três anos que isso aconteceu, mas foi inesquecível e o mais estranho é que eu tive um déjà vu no sonho e não, eu não vou falar daquela banda chata tecnobrega, eu quero falar sobre... sabe aquilo que acontece e você tem a impressão de que já aconteceu, mas que tem certeza que é a primeira vez que está acontecendo? Ok, vocês sabem o que é dèjá vu, não vou ficar me estendendo muito na explicação literal do "fenômeno" e já vou contar logo essa loucura.

Mais ou menos duas semanas antes de eu vir pra cidade onde estou morando atualmente sonhei com um lugar grande, com portas enormes, tinha muita gente lá e do nada apareceu a Hayley Williams da banda Paramore (sim, só em sonho mesmo), mas as pessoas não reconheceram ela, somente eu, então fui lá "conversar", tirar fotos, tietar mesmo e olha que eu não sou tão fã dela assim, isso que me deixou mais intrigada, poderia ser alguém que eu gosto mais tipo a Amy Lee ou Fernando Anitelli, mas por que cargas d'água a Hayley? Enfim, acordei, lembrei do sonho e continuei a vida.


Porém, para meu grande espanto, semanas depois fui chamada para uma entrevista de emprego, o qual estou atualmente e tive que vir pra cá, acontece que eu não conhecia aqui, jamais tinha chegado nem perto e pasmem: o ônibus parou em uma cidade no caminho e a rodoviária era o lugar do meu sonho, eu lembrei na hora, porque não era igual, ERA O LUGAR, eu fiquei chocada, como eu poderia ter sonhado com um lugar que eu NUNCA tinha visto e semanas depois passar por lá? Seria muito mais chocante se a Hayley aparecesse, tá isso jamais aconteceria, mas juro que se visse alguém com o cabelo laranja ou até vermelho eu ia pirar. Meu, eu havia tido uma "visualização" do futuro. Alguém me explica por favor?

Eu nunca fui muito dessas de acreditar que sonho é aviso, que temos que saber interpretar os sonhos, não sei se existe de fato "interpretação" de sonhos, porque é algo muito único, são imagens que o cérebro guarda e depois de uma maneira muito estranha junta tudo e faz um filme pra "assistirmos" enquanto dormimos, mas no caso de nunca ter visto tal imagem antes? Eu fico pensando nisso horas e horas, até já comentei com um amigo que é ligado nessas coisas que a gente deveria escrever um livro sobre sonhos, eu com certeza seria uma "cobaia" porque ultimamente tenho tido muitos sonhos e todos muito bizarros.

Outro dia acordei rindo porque sonhei com um grupo de pessoas, cada uma com um livro na mão, mas esses livros tinham botões assim como um controle remoto e essas pessoas podiam apontar o livro/controle para outras pessoas e essas se tornavam mais "burras" ou mais inteligentes dependendo do botão que era apertado. Tá, isso de uma certa forma é real porque livros tornam as pessoas mais inteligentes ou menos inteligentes, dependendo do quê elas leem, mas confesso que esse filme, naquele momento não fez nenhum sentido pra mim.

Já pensei em pesquisar mais sobre o assunto, estudar psicologia, Freud e tudo mais, mas acho que quanto mais eu procurar, menos vou entender, enquanto não entendo vou anotando os sonhos estranhos que eu conseguir lembrar pra depois rir deles. Alguém já teve essa experiência de sonhar com coisas e depois de um tempo elas acontecerem? Ou terem sonhos engraçados e bizarros como os meus? Dividam comigo por favor, senão vou achar que sou louca.


3 comentários:

  1. Sonhos são coisas tão malucas que eu nunca sei o que pensar quando acordo dos meus. Já tive muitos sonhos aleatórios, sonhos bizarros e, claro, pesadelos. Os sonhos bons se dissolvem na memória sem demora, mas os pesadelos ficam voltando e isso é terrível. A sorte é que ultimamente tenho estado tão cansada que, se sonho, nem me lembro - o que, considerando os pesadelos, é até melhor.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, sou péssima, na maior parte da minha vida me sinto como se nunca sonhasse! Só depois da faculdade passei a sentir que sonhava mais, mas mesmo assim, ainda é muito menos do que qualquer pessoa que eu conheça! Geralmente consigo encontrar a relação de um sonho com uma realidade vivida, então não posso te ajudar a entender os seus sonhos, mas que é bizarro sonhar com algo que você nunca viu antes, é verdade...

    ResponderExcluir
  3. Eu também tenho uma coisa com sonhos e minha mãe também. Eu mantenho um diário dos sonhos, mas apenas para os que parecem significar algo.

    ✦ ✧ http://bruna-morgan.blogspot.com ✧ ✦

    ResponderExcluir

Suspirare © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.